Em Fortaleza, no dia 9 de dezembro último, foi realizada a IIª Conferência Integralista do Nordeste, contando com a presença de integralistas, simpatizantes, jornalistas e camisas-verdes potiguares, baianos e paulistas.

A conferência teve início com a palestra do escritor, professor universitário e Reverendo Luterano Dr. Daniel Arthur Branco, que acumula os títulos de Doutor e Pós-Doutor em Filosofia pela Universidade Federal do Ceará, Bacharel em Teologia pela Faculdade de Teologia Integrada e especializado em História do Brasil pelo Instituto Superior de Teologia Aplicada. Em sua palestra, o Dr. Branco destacou o seu mais recente livro, El Globalismo y la Restauración del Cosmos, em que explica e mostra que, para chegar à compreensão da Quarta Posição e seu primado do espírito, deve-se entender as três anteriores, o Liberalismo, o Socialismo e a Terceira Posição Política, representada pelo Fascismo italiano e o Nacional-Socialismo alemão. Ele explicou ao público o grotesco erro materialista que permeia aquelas posições e não penetra na Quarta Posição Política do Nacionalismo Cristão e equilibrado, que é o Integralismo Brasileiro.

Falou, em seguida, o jurista Jonas de Mesquita, Presidente Provincial da Frente Integralista Brasileira no Rio Grande do Norte, membro do corpo editorial da Editora Nova Offensiva e autor dos livros Nós, os Integralistas e Para Entender o Integralismo. Em seu discurso, abordou a grande crise moral e política que o Brasil tem enfrentado e o enfraquecimento do real sentido da democracia e da liberdade em detrimento das pautas progressistas e dos interesses particulares e partidários. Ao findar o seu discurso, Jonas propôs a constante reforma e reconstrução dos brasileiros e “um Brasil de Deus, Pátria e Família”.

Discursa Jonas de Mesquita, um dos principais doutrinadores integralistas

Recebeu a palavra, em seguida, o líder dos integralistas cearenses, Carlos Ribeiro. Inicialmente, ressaltou algumas das grandes vitórias que o núcleo integralista do Ceará obteve entre os anos de 2022 e 2023, pedindo uma salva de palmas aos companheiros de São Paulo, por suas triunfantes atuações. Em seu discurso, Carlos destacou a grave crise política, social, cultural e econômica que perturba o Brasil e a Civilização Cristã, e, ao mesmo tempo, delineou rumos precisos para os camisas-verdes presentes no evento: “precisamos realizar uma luta, um trabalho educador e de cidadania, sem tréguas; casa a casa; rua a rua; quarteirão a quarteirão; bairro a bairro; cidade a cidade; Estado a Estado; até que o nosso povo tenha consciência e desperte”.

Após a convicta palavra do líder cearense, foi apresentada ao público a produção audiovisual especial Integralismo: Ontem e Hoje, da iniciativa Nova Acção. No documentário, foi destacada a história do Integralismo Brasileiro, desde suas origens, em 1932, até os dias atuais. Ao fim do documentário, foi transmitido o discurso do companheiro J. Muniz, Secretário de Propaganda da FIB do Rio de Janeiro, com calorosos aplausos da plateia.

LEIA TAMBÉM  Congresso dá mais um passo para o Estado Integral

Teve a palavra, então, Ygor Aquino, membro da Frente Integralista em Fortaleza, acadêmico e sério estudioso, que, na lousa, deu aos presentes uma impressionante aula sobre a ameaça woke, sua influência nos quadros artísticos, educacionais e sociais e os prejuízos que traz à psique de toda a juventude, ao Brasil e a Civilização Cristã. Ygor abriu um importante debate, buscando que as hostes integralistas dominem a cultura woke vinda dos EUA, movimento liberal, progressista, altamente anticristão e influenciado pela maçonaria, e a combatam veementemente. Sua aula foi amplamente prestigiada e aplaudida entusiasticamente por todos os conferencistas.

Por fim, palestrou o veterano integralista do Ceará, Prof. Adriano Veras, que atualmente ocupa a Secretaria de Doutrina da FIB provincial. Em sua rica palestra, o Prof. Veras abordou a grave crise administrativa e política da Nação, levada pela crise moral dos homens nos meios político, cultural e religioso. Concluiu que, antes de qualquer reforma de superfície administrativa, deve ser levada a efeito a reforma dos homens. O Prof. Veras foi aplaudido por todos pelas suas claras e convictas palavras.

O evento encerrou com o Hino Nacional Brasileiro e foram erguidos três anauês ao Brasil e em memória do Chefe Perpétuo Plínio Salgado, que completava 48 anos de falecimento. Foi feita uma breve sessão de autógrafos pelo companheiro Carlos Ribeiro aos conferencistas que possuíam suas primeiras publicações e uma entrevista de Jonas de Mesquita aos jornalistas presentes no evento.

Da IIª Conferência Integralista do Nordeste se tiraram importantes resoluções e metas para os próximos anos, o que resultará em aprimoramento da militância e da organização integralista, pelo bem do Brasil e, em especial, do Nordeste, que hoje vive sufocado pela politicagem e demagogia esquerdista. Por Cristo e pela Nação iremos libertar o Nordeste! Por Cristo e pela Nação iremos libertar o Brasil!

Carlos Ribeiro
Fortaleza Σ CE

Matheus Lima
São Paulo Σ SP

Inscrever-se!
Acompanhar
guest
2 Comentários
antigo
novo mais votado
Inline Feedbacks
Ver todos os comentários
Cauã de Souza Martins

Anauê! Anauê! Anauê!

Caio Emanuel Facundo Mendonça

Anauê! Anauê! Anauê!

2
0
Este texto aceita comentários!x
()
x