Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



Diário Nacional

As opiniões expressas nos textos e comentários aqui postados  não representam  opiniões da Frente Integralista Brasileira; a responsabilidade é de seus respectivos autores.


Mudança ou Renascimento de uma Nação

Com o desenrolar dos fatos na política, o brasileiro vislumbra a esperança de um renovo político e econômico. A esquerda agora herda o rótulo de "vilã absoluta", enquanto liberais se fortalecem como os restauradores de uma ordem perdida em prol do sonhado progresso. Entrementes, todo cidadão cônscio compreende que Moro não salvará a nação da corrupção, nem mesmo restaurará a dignidade da Nova Democracia, pois isto está além do esforço de um só homem. O que se sucederá? O liberalismo prosseguirá em sua ascensão com a derrocada política da esquerda, o que não será de todo mal, pois isto ao menos significará o rompimento de uma hegemonia. Por outro lado, o desenvolvimento focado somente no âmbito econômico logo mostrará seu lado cruel, a disparidade na distribuição de renda endossada pelo egoísta e mentiroso argumento de uma mal interpretada meritocracia. É justo, admito, recompensar cada um pelo seu esforço, mas e quanto aos que não têm oportunidades para empregar seu esforço?

 

Ademais, o liberalismo ascendente, com o qual o novo herói da juventude, Bolsonaro, infelizmente tem flertado abertamente, é baseado no lucro, não no homem, muito menos na Nação. É esta a mudança que o Brasil precisa? Não, no máximo um tratamento sintomático para as mazelas produzidas pela esquerda na economia cujos efeitos colaterais bem conhecemos: se uma Nação se alicerça na economia, a controlará aquele que detiver a destra sobre a economia. Como Gustavo Barroso escreveu uma vez, "Brasil, colônia de banqueiros".

 

A grande necessidade do Brasil é renascer e este renascimento virá do brasileiro em si, se ele assim escolher. E isso não é uma abstração retórica, pois os desafios de reunir, orientar e unificar um povo plural como o nosso é grande empreendimento e aqui se convocam os inconformados, os braços que carregam os estandartes da Nação e da Tradição e aqueles que insistem, com certa razão, que a "política não muda". A política realmente não muda, trocam-se os atores, a tragédia é a mesma. Brasília é palco de uma farsa homérica, o que se diz "democracia" é a ditadura de poderosos, um sistema arquitetado e mantido de forma propícia à corrupção e sem uma profunda reestruturação vertical no sistema isso será impossível. É necessário desempossar os criminosos, no entanto, a porta pela qual entram também deve ser fechada.

Enquanto cidadão, o que alguém pode fazer por essa mudança?

1. Observar os preceitos Cristãos, lembrando sempre do amor ao próximo, com a consciência de que quem ama o próximo não trama contra ele ou deseja o seu mal.

2. Amar sua Nação. Vestir-se de verde e amarelo não é amar o Brasil, amar o Brasil é ser caridoso com o semelhante, vigilante com as questões de interesse público e fiel às suas raízes nas menores coisas.

3. Prezar pela Família. Cada família é uma peça de um todo ao qual chamamos Nação. Cada família é o foco dos cuidados de um verdadeiro integralista e será também de todo aquele que quer transformar este País. Olhe por sua família, olhe pelas famílias ao redor. Isto não é caridade, é dever e mais, é A Revolução!

 

Estes simples atos são uma agressiva reação contra a ordem do egoísmo vigente em nossos dias. Esta é a mudança que se semeada fará renascer o Brasil. Os vínculos criados por ela transformarão o Brasil em uma verdadeira Nação, e darão ao nosso Povo uma meta: alcançar sua plena grandeza.

 

Acima listamos atitudes concretas para que cada brasileiro ansioso por mudanças possa contribuir com o Brasil. Isto posto, vale ressaltar que esta também é uma batalha política e requer ação intensiva contra forças internas e externas que corroboram para o status quo. Os inimigos internos são, sobretudo, a esquerda e a chamada Nova Direita, enquanto os liberais, servos de Mamon, adoradores do Bezerro de Ouro de Wall Street, representam a face visível dos inimigos externos. Os primeiros, cujas pérfidas ideologias nasceram do tumulto e do interesse, caem pelas próprias palavras, e, quanto aos últimos, caberá à Nação através de uma voz forte os enfrentar e dizer: "Não, o capitalismo não mais nos explorará; não nascemos escravos nem admitiremos mais sê-lo!"

 

O Integralismo é a bandeira que nasceu do profundo conhecimento dos problemas brasileiros e tem a tenacidade necessária para enfrentar os inimigos do povo brasileiro. O Integralismo busca a Soma e onde os paridos oportunistas, sectários veem diferenças e nelas problemas, o Integralismo vê diversidade, beleza e grandes perspectivas. Não almeja o Integralismo destruir diferenças culturais, nem forçar uma sobre as demais. Visa irmaná-las e celebrar a ímpar matiz cultural com a qual nossa Nação foi abençoada e a grandeza do seu todo. Hoje, em respostas práticas, a rejeição às influências nocivas do dito mundo desenvolvido é prioritária por amor às próximas gerações. Não necessitamos da censura, mas da contraposição de ideias e afirmação de valores. Para tanto, o brasileiro deve retornar às nobres virtudes cristãs, reaprender o caminho da retidão e compreender e amar sua Pátria e através desta compreensão julgar com rigor o que o estrangeiro oferece, em vez de servilmente acatar cada modismo para não se sentir excluído do mundo dos "iluminados".

 

Vivemos um momento decisivo: de um lado a esquerda se desintegrando e de outro o liberalismo se erguendo para impor sua ideologia. É neste momento que todo brasileiro deve entrar na batalha das ideológica. Uma das cabeças da Hidra está caindo e não podemos permitir que outra ainda pior surja em seu lugar. Refutações ao liberalismo há milhares, não insistirei nisto. O renascimento do Brasil advirá da política feita por e para brasileiros, e o renascimento do Brasil começa no hastear da bandeira do Sigma. O Sigma nos próximos meses deve começar a surgir nas ruas, no meio acadêmico, nas nossas ruas, nas conversas casuais. O renascimento do Brasil é a Revolução em marcha!

 Diego Silva Pinto


01/05/2016, 19:43:22



Mudança ou Renascimento de uma Nação | - Integralismo | Frente Integralista Brasileira ..