Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



 

Nascido na cidade de São Paulo, milita no movimento Integralista desde 1987, desenvolvendo diversas atividades relacionadas com a política nacional.


Pensar e Fazer

Resolução sadia é aquela que o pensamento conclui após “peneirar” uma proposta em três etapas, ou melhor, com três perguntas:


1 – Esta de acordo com os ensinamentos de Deus?
2 – Esta de acordo com as leis Naturais? E
3 – Esta adequada a situação atual?

Se uma proposta passar por cada uma dessas perguntas, será uma boa proposta, mas, apenas concluir uma proposta não significa nada se seu mentor não for capaz colocar em pratica.

Nascemos com uma meta e livremente podemos ou não atingi-la, nossa meta é a Vida Eterna ao lado de Cristo. O caminho para alcançar a eternidade é seguir Deus. Com Deus está aquele que deseja e faz para atingir a eternidade. Para agirmos precisamos conhecer os recursos a nossa volta, como a economia, justiça e os tramites do dia a dia que apesar de burocráticos são o caminho para se chegar as finalidades com as quais podemos cumprir nosso designo de  cristãos. Devemos evitar demasiada imaginação, pois, como a sabedoria popular nos lembra sobre homens imaginosos: “medem largo, mas cortam estreito”.

Existem muitos elementos que contribuem para destruição de nossa Pátria, sem duvida aqueles que não têm potencial de agir de acordo com seus princípios constituem um dos maiores motivo, pois, reconhecem o mal, sabem onde ele esta e como desarticulá-lo, mas são incapazes de mobilizar sua força para fazê-lo, vão deixando tudo para depois.

Estamos perdendo o senso de responsabilidade das pequenas as maiores posições da hierarquia social, damos desculpas como a falta de tempo para nos livrarmos de nossos deveres, mas no primeiro tempo livre, nos entregamos ao transito horas e horas a fio, com o unico objetivo e ficar como lagartos no tapete de areia praieira tomando sol. Se os mais humildes só possuem 4 dias na semana- pois sexta a tarde já não fazem nada por ser véspera de sábado-, dos burgueses, com mais “tempo livre” se tem as maiores desculpas e o tempo mais mal gasto, prova da generalizada perda de consciência.

É preciso parar de apontar defeitos alheios e apontar a si próprio, assumir só o que pode cumprir e não fazer vista grossa quando um mal parece favorecer. Um bom exemplo vale mais que mil discursos, por isso é preciso fazer no mínimo para cumprir no muito. Como nos lembra o Evangelho de São Matheus quando o filho é chamado para trabalhar na vinha: “Filho, vai trabalhar hoje na minha vinha” o filho diz “Eu vou” e não vai, a falta é maior do que daquele que a princípio diz que não vai,  mas a consciencia o faz ir mais tarde. É preciso dizer “eu vou” como símbolo de culto a disciplina. Quem não faz o que diz é desrespeitoso, pois, infelicita mais o mundo com discursos falsos.

 


04/03/2013, 12:18:14



Pensar e Fazer | - Integralismo | Frente Integralista Brasileira ..