Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



Gumercindo Rocha Dórea

Este espaço é dedicado a comentários sobre temas diversos, os quais alguns podem desde já ser apresentados: política nacional, análises sobre nossa organização, textos a respeito da geopolítica global e breves comentários sobre Ciência Política e Teoria do Estado.


Teoria do golpe preventivo contra o Integralismo

Visitando o lado mais à esquerda da internet me deparei com duas postagens interessantes no blog do Luis Nassif: a primeira onde o titular da página relata sua participação no XXIX Encontro Nacional da AJUFE (Associação de Juízes Federais) como debatedor. (veja aqui)

Na ocasião teria ouvido do Ministro José Antônio Dias Toffoli “um longuíssimo apanhado histórico sobre a democracia e o Judiciário”, onde este expõe que “se não fosse o golpe do Estado Novo, os integralistas teriam vencido as eleições de 1938 e, aí sim, instituído um regime muitas vezes pior”.

A mesma esquerda que nas últimas décadas figura falsamente como paladina da democracia representativa, justifica exceções e golpes apenas nas ocasiões em que se sente ameaçada. O mais interessante é que este tipo de exposição, comum na esquerda radical, parte de um Ministro do todo-poderoso Supremo Tribunal Federal – um sinal de que a desordem jurídica do Estado pode, nos anos de incertezas para o petismo, beneficiar os grupos que atualmente ocupam os espaços de poder.

Na segunda postagem, é possível ler a reação dos iludidos – que ainda acreditando na coerência do discurso confuso da esquerda, ficaram sem entender como o Ministro justificara também o tão demonizado “golpe” de 1964, elemento fundamental na construção do discurso e da agenda política de esquerda no Brasil. 

Eduardo Ferraz


12/12/2012, 23:23:47



Teoria do golpe preventivo contra o Integralismo | - Integralismo | Frente Integralista Brasileira ..