Precisamos de sua ajuda para manter nossas atividades.
Atualmente, além das inúmeras despesas fixas, são também centenas de metas, projetos e desafios a conquistar que dependem de sua colaboração direta. Escolha abaixo como pode nos ajudar:

Ação voluntária

Atue junto aos núcleos, participe de cursos, panfletagens, manifestações e divulgue a doutrina para outras pessoas.
Ação voluntária
OU

Contribuição financeira

Ajude a manter nossos projetos. Para colaborações financeiras, escolha aqui a opção mais adequada a você: boleto ou depósito.
Colabore



Síntese do Manifesto de Outubro

Eis a síntese do Manifesto de Outubro espalhado por toda a Pátria a 7 de outubro de 1932, sacudindo-a de Norte a Sul, Leste a Oeste, despertando o Brasil para a sua marcha de grandeza e de glória. Esse documento histórico em que predominam a intuição desse Condutor de Homens — Plinio Salgado, a educação nacionalista e a formação espiritualista, é bem um Código de Ética Política, Código de Nacionalidade.

Capitulo 1.º: – Trata da concepção do Universo e do Homem, isto é, da noção precisa da Origem e finalidade do Ser humano. Afirma que a igualdade dos homens deve ser procurada pela hierarquia das virtudes:

Capitulo 2.º: – Procura solucionar os conflitos de classes e a exploração do capitalismo ateu, consagrando o principio democrático da Representação política dos que trabalham através de suas profissões;

Capitulo 3.º: – Proclama o princípio de Autoridade sem a qual a liberdade dos maus, dos traficantes tripudiará sobre o direito dos bons, dos honestos, dos virtuosos;

Capitulo 4.º: – Combate o Cosmopolitismo, a influencia estrangeira e os absurdos preconceitos de raça;

Capitulo 5.º: – Prega a Unidade da Pátria contra o excessivo regionalismo;

Capitulo 6.º: – Combate a confusão ideológica patente nas revoluções sem programas, conspirações sem objetivos doutrinários;

Capitulo 7.º: – Considera a propriedade trabalho acumulado. Defende o direito a propriedade ao trabalhador. Defende as justas reivindicações dos trabalhadores encarando o problema sob o aspecto moral cristão, defende a participação do trabalhador no lucro das empresas;

Capitulo 8.º: – Trata das relações entre a Família e o Estado. A família é considerada a primeira das sociedades humanas, o grupo natural por excelência entretecido por delicados sentimentos e afetos puros. “Tirem a família do Homem e fica o animal”. “Façam dele a peça funcional do Estado, e teremos o autômato infeliz, rebaixado na sua condição humana”;

Capitulo 9.º: – Fala do Municipalismo. Fundamenta-se nas verdades filosóficas e nas realidades sóciolocais que nos apresentam o Município como reunião de pessoas livres e de famílias autônomas;

Capitulo 10.º: – É a síntese nacionalista do Estado Cristão, o resumo da Democracia Orgânica. Nele se traçam os grandes lineamentos da expressão e do prestigio internacional da Pátria.

 

***

 

Eis a Carta Magna do Integralismo em cujos princípios se baseia e se assenta toda sua estrutura política e social.

 

Nota:
O texto foi originalmente publicado pelo Partido de Representação Popular e foi gentilmente cedido pelo arquivo da Casa de Plínio Salgado.


10/10/2013, 10:26:08



Síntese do Manifesto de Outubro | - Integralismo | Frente Integralista Brasileira ..